quarta-feira, 6 de julho de 2011

Noticias não boas do blog Vela Preta

Comerciante sequestrado continua sem se comunicar com a família

Até o fechamento desta matéria, de acordo com a polícia, o comerciante José Antonio da Silva, 38 anos, conhecido por “Toinzinho”, ex-candidato a deputado estadual nas últimas eleições, residente na Rua 24 de Março nº 59, Bairro Rio Verde, Parauapebas, ainda não tinha se comunicado com a família.
José “Toinzinho” foi sequestrado por volta das 8 horas da noite do último sábado (25) por quatro homens desconhecidos que se encontravam numa moto e num veículo, cujas placas não foram anotadas.
De acordo com a polícia, os bandidos entraram na residência da vítima encapuzados e anunciaram o assalto, disparando contra o comerciante, que chegou a travar luta corporal com um dos acusados e na refrega teria sido atingido com um tiro nas costas.
Outra informação dá conta que o disparo não teria atingido as costas da vítima, mas um dos pés do pai do comerciante, Antonio José da Silva. Em seguida, os elementos deixaram o imóvel, levando “Toinzinho” a bordo de um veículo.
Na investigação, a polícia tomou conhecimento que os acusados estavam numa área da zona rural de Parauapebas com a vítima em seu poder. Os policiais estiveram no local indicado fazendo campana por várias horas, mas não localizaram os acusados nem José “Toinzinho”.
No retorno para a cidade, conforme apurou a reportagem na delegacia, a equipe de policiais encontrou no chão um extrato bancário de conta corrente da vítima e a grade do capô do automóvel utilizado no sequestro do comerciante.
Em declarações prestadas à imprensa, o delegado Antonio Miranda Neto informou na tarde de ontem que cerca de 60 homens das polícias Militar e Civil estavam vasculhando a área por terra e ar na captura dos sequestradores e na esperança de encontrar a vítima com vida, uma vez que José “Toinzinho” teria sido atingido nas costas com arma de fogo.
Pelas circunstâncias de os bandidos terem chegado à residência da vítima anunciando assalto e disparando arma de fogo, e até o momento não ter havido pedido de resgate, a polícia descarta a situação de sequestro e passa a investigar o caso como assalto à mão armada.
No final da tarde desta segunda-feira (27), a reportagem tomou conhecimento que o veículo usado pelos assaltantes ou sequestradores havia sido localizado em Marabá, mas o delegado Antonio Miranda descartou esta informação.
Amigos e familiares de José “Toinzinho” estão aflitos com a falta de localização e informação sobre a vida e paradeiro do comerciante sequestrado, acompanhando as investigações junto à polícia.(Reportagem: Vela Preta; redação: Waldyr Silva)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário